rede de proteção para criança

4 Situações em que a rede de proteção para criança pode salvar a vida do seu filho

Você sabia que uma rede de proteção para criança de qualidade pode salvar a vida dos seus filhos de muitos perigos, que podem estar presentes na sua casa ou apartamento? 

No texto de hoje vamos expor 4 dessas situações perigosas e de que forma uma rede de proteção irá garantir a integridade das suas crianças. Desde janelas, sacadas, áreas com materiais perigosos de ingerir, até em piscinas. Fique com a gente, e garanta proteção extra para seus filhos.

Todas as situações que serão citadas são as principais causas de mortes e lesões graves em crianças pequenas, quando o assunto são acidentes domésticos. 

Situação 1: quedas de janelas e sacadas

Essa situação é perigosa tanto em casas quanto em apartamentos, sendo ainda mais elevada dependendo da altura. De qualquer forma, uma queda significará riscos reais de lesões e até de morte.

Já houveram muitos acidentes fatais com crianças caindo ou pulando de janelas e sacadas. Para evitar situações como essas você deve utilizar uma rede de proteção para a criança nas suas janelas e sacadas.

Opte sempre por redes de qualidade garantida, assim seu filho estará muito mais seguro, para caso, infelizmente, ele venha a cair. Sem uma rede de proteção adequada essa queda poderá significar a morte certa. Procure uma empresa especializada, que os profissionais vão te ajudar na escolha da rede correta para todas as situações.

Situação 2: acesso a áreas de risco (materiais perigosos)

Lugares com produtos de limpeza, representam um grande perigo para seus filhos. Sendo que a ingestão desses produtos por via oral ou ainda de forma tópica, poderá levar seus pequenos à morte. 

Deixar os produtos em lugares altos, não garantem que seu filho não tenha acesso, crianças são curiosas e gostam de subir em coisas. Não será um grande impeditivo para elas.

+ Veja também: Dicas sensacionais para dar banho em cachorro em apartamento

Muitos desses lugares com lavanderias e áreas de serviço costumam ser abertas (algumas não possuem portas e outras são de fácil abertura. Para eliminar os riscos de seus filhos entrarem e ficarem à mercê de produtos tóxicos, o mais indicado é o uso de rede de proteção para crianças (telas de proteção removíveis também servirão muito bem). 

Colocando as redes de proteção para crianças nas portas e vãos de acesso para essas áreas, seu filho ficará seguro dessa situação que infelizmente causou doenças e mortes em muitas crianças, pela ingestão de produtos perigosos.

Novamente, tenha muita atenção na hora de escolher uma empresa especializada em rede de proteção para crianças, que ofereça redes e telas adequadas para cada situação.

Situação 3: quedas de escadas

Apartamentos e casas de mais de dois andares possuem escadas, entre as escadas costumam ficar vãos que podem parecer inofensivos para adultos, mas que para crianças pode representar um grande risco para suas vidas.  

Crianças pequenas não possuem noção sobre perigo e não sabem como evitar quedas de lugares altos. Por mais que os pais estejam em casa e vigiando seus filhos, podem ocorrer momentos que a criança coloque sua vida em risco. O tempo entre a segurança e o alto risco pode ser de apenas alguns segundos.

Poucos segundos, infelizmente é tempo demais para que ocorram acidentes gravíssimos. É assim, na maioria dos casos. Não ache que acidentes só ocorrem com pais que não dão amor, atenção ou que não se preocupam com seus filhos. Muitos pais zelosos e amorosos já perderam seus filhos por um simples descuido de alguns segundos.

Dessa forma, o mais indicado são medidas protetivas, como a utilização de rede de proteção para criança nos corredores e vãos de escadas. Criando uma proteção garantida, caso uma queda, infelizmente, ocorra. 

Vamos bater novamente na tecla, para que não corra o risco de você esquecer, quando o assunto for redes de proteção para criança escolha sempre as melhores, mesmo que seja mais cara. 

Situação 4: quedas em piscinas e arredores 

rede de proteção para criança

Essa dica é exclusiva para quem possui piscina à disposição. Mas como a piscina é algo que os brasileiros gostam muito e costumam ter em casa, vale a pena ser trabalhado nos riscos que elas representam para as crianças (principalmente as pequenas).  

Sempre que falamos de ambientes molhados e lisos, os riscos de queda ficam potencializados, quando a piscina entra em cena, o risco de afogamento também é muito presente. 

Mas os riscos vão além disso, a maioria das piscinas possuem uma borda (que pode ser de cimento, azulejo, madeira, entre outros materiais) que pode representar um grande perigo de batida em caso da criança resvalar. As crianças possuem a parte óssea bem mais frágil que um adulto, dessa forma, uma simples queda ou batida pode significar a morte. 

Se a criança bater a cabeça e desmaiar para dentro na piscina a sua morte será certa, por exemplo. Isso ocorre muito com adultos, agora imagine com crianças, o número é bastante potencializado. 

Para evitar tudo o que foi apontado neste item, a resposta é simples: o uso de rede de proteção para crianças, para piscinas o mais indicado são telas removíveis de proteção (para suas laterais e para a superfície). Dessa forma, você poderá cercar toda a piscina, evitando que seu filho tenha acesso e garantir que ele fique mais seguro.

Fique atento à qualidade da estrutura, para que consiga segurar seu filho e que ele não possa passar por ela com facilidade. Entre em contato com uma empresa especializada, ela te dará todo o suporte para fazer a melhor escolha para trazer mais segurança para seu filho (as telas vão evitar que seu cachorro entre na piscina também). 

Sua casa ou apartamento está segura para seus filhos? Você ainda não utiliza redes (ou telas) de proteção para evitar acidentes potencialmente mortais? Fique atento a busque uma empresa que preze sempre pela qualidade e garantia de redes/telas fortes e de extrema qualidade.

Gostou do conteúdo? Compartilhe com seus amigos e familiares que possuem crianças pequenas, para que eles possam saber mais dos riscos expostos para crianças pequenas, e que todos eles podem ser evitados com o uso de redes de proteção de qualidade. 

Gostou do conteúdo? Compartilhe nas redes sociais!

Share on facebook
Share on twitter